Normal view MARC view ISBD view

Influencia do teor de humidade do solo sobre a transpiraçao das plantas e aplicaçao do método dos papéis de cloreto de cobalto á mediçao da transpiraçao no cafeeiro

by Silva, J.B.V; Baptista, J.E; Nunes, M.A.
Publisher: Set 1961Subject(s): COFFEA | TRANSPIRACION | CONTENIDO DE AGUA EN EL SUELO | METODOS | COFFEA | TRANSPIRATION | SOIL WATER CONTENT | METHODS | COFFEA | TRANSPIRATION | TENEUR EN EAU DU SOL | METHODE In: Revista do Café Portugues (Portugal) v. 8(31) p. 51-60Summary: A transpiraçao do feijoeiro, Pennisetum e sorgo, apreciada gravimetricamente, dependía linearmente da humidade do solo, numa experiencia executada em condiçoes uniformes de estufa. Sugere-se uma modificaçao do proceso dos papéis de cloreto de cobalto para medir a transpiraçao em condiçoes de campo, mas mesmo com essa modificaçao, o método é de pouco rigor e apenas permitirá avaliar a abertura estomática relativa. Servirá, no entanto, para apreciar, em condiçoes de campo, variaçoes grandes na transpiraçao. Numa experiencia com cafeeiros em Sao Tomé, os valores determinados, com o método dos papéis de cloreto de cobalto, foram inversamente proporcionais a turgidez relativa das folhas. Como as condiçoes de humidade do solo onde a experiencia foi efetuada eram uniformes e bastante próximas do equivalente de humidade, nao dificultando portanto a transpiraçao, supoe-se que, ou as diferenças verificadas sao devidas a variaçao de individuo para individuo, ou sao devidas a diferenças varietais e, neste caso, terao grande interesse como medida de resistencia a secura
    average rating: 0.0 (0 votes)
No physical items for this record

++ 17 ref. Sum. (En, Pt). También en: Estudos Agronómicos (Portugal) v. 1(3) p. 271-282. 1960. Pub. también por: Missao de Estudos Agronomicos do Ultramar, Lisboa, Portugal. 11 p. 1966

A transpiraçao do feijoeiro, Pennisetum e sorgo, apreciada gravimetricamente, dependía linearmente da humidade do solo, numa experiencia executada em condiçoes uniformes de estufa. Sugere-se uma modificaçao do proceso dos papéis de cloreto de cobalto para medir a transpiraçao em condiçoes de campo, mas mesmo com essa modificaçao, o método é de pouco rigor e apenas permitirá avaliar a abertura estomática relativa. Servirá, no entanto, para apreciar, em condiçoes de campo, variaçoes grandes na transpiraçao. Numa experiencia com cafeeiros em Sao Tomé, os valores determinados, com o método dos papéis de cloreto de cobalto, foram inversamente proporcionais a turgidez relativa das folhas. Como as condiçoes de humidade do solo onde a experiencia foi efetuada eram uniformes e bastante próximas do equivalente de humidade, nao dificultando portanto a transpiraçao, supoe-se que, ou as diferenças verificadas sao devidas a variaçao de individuo para individuo, ou sao devidas a diferenças varietais e, neste caso, terao grande interesse como medida de resistencia a secura

Click on an image to view it in the image viewer