Pasqual, M. Barros, I. de Ramos, J.D.

Açäo da benzilaminopurina e giberelina na propagaçäo in vitro de Coffea arabica L. cv. Catuaí - 1992

Ilus. 6 tab. 11 ref. Sum. (En, Pt)

Foram testadas várias concentraçöes de Benzilaminopurina (0,0; 1,5; 3,0 e 6,0 mg/l) e de ácido giberélico (0,0; 0,1; 1,0 e 10,0 mg/l), acrescentadas ao meio de cultura "MS", com o objetivo de medir o seu efeito sobre a proliferaçäo e alongamento de brotaçöes de café cv. Catuaí "in vitro". Usou-se o delineamento inteiramente casualizado e 12 repetiçöes mantidas em regime de 16 horas diárias de luz (2,000 lux) e 27°C. As avaliaçöes, registrando o número total de novos brotos por gema com seu respectivo comprimento, levaram s seguintes conclusöes: o número total de brotos e a porcentagem de brotos menores que 1 cm crescem com o aumento da concentraçäo de BAP e diminuem com a elevaçäo dos níveis de GA3; brotos maiores que 1 cm tm seu número reduzido medida que se aumentam as concentraçöes de BAP e ampliado, quando os níveis de GA3 säo elevados. Maior porcentagem de brotos menores que 1 cm é verificada em BAP 6,0 mg/l + GA3 1,0 mg/l; a porcentagem de brotos normalmente usados para o enraizamento (1 cm e 2 cm) é maior com BAP 1,5 mg/l + GA3 10,0 mg/l.


COFFEA ARABICA
CATUAI
ESTIMULANTES DE CRECIMIENTO
BENZILAMINOPURINA
CULTIVO IN VITRO
PROPAGACION VEGETATIVA